O nó em nóis

Acordei embaraçada nesta manhã atrapalhada

Nos pensamentos nos enroscamos

Quando as estratégias fracassaram meus modos de te controlar

Até o que era mais normal em nós

Nossas vidas individuais, desejos, nossos corpos tão sexuais

Os lençóis da cama enrolados em minhas pernas

Seguro com medo de não aguentar

Você e eu eu e você

Você em outra cama outra vez

Não quis saber, joguei tudo pro ar

Deixa eu bagunçar você, deixa eu bagunçar você

Voce sem eu eu sem você

Dói dói dói

Dá um nó em nóis

Mas não ando para trás

Não podemos fraquejar

Esse nó aperta demais

Perturba e confunde nóis

Teu rosto em uma foto no meu celular

O que me captura é esse teu olhar

Como posso toda essa vez ainda querer te querer mais

e mais e mais?

Vem me bagunçar bebê

Vem que hoje eu preciso me enroscar em você

 

 

 

 

Anúncios

Sobre indelevelsabina

Uma amante anônima.
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s