A vingança

A cada orgasmo morre um pouco a minha vida

Vida, que vida?

Nada excita

Olhe pra você, com essa cara de paspalho

Um olharzinho muito bem dissimulado

Tem medo até de olhar pro lado

Como é que eu te deixo excitado?

Coitado

Acabado

Prisioneiro do patriarcado

Protegido

Edifício, você vive enjaulado

Sexo quadrado

Encapsulado

Plástica

Não veremos os retratos

Eu não quero esse papo

Minha vontade mesmo é

de

te

matar

Anúncios

Sobre indelevelsabina

Uma amante anônima.
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s