Arquivo do mês: julho 2015

Crônica da morte da pomba no quarto de um amigo

Ao acordar mais cedo do que costumava Uma pomba assombra o dia que se inicia A menina que já desejou ser bruxa, assustada, questiona a ave ingênua. Questiona a própria sorte. Questiona sua índole. Questiona as escolhas. Talvez já desajasse … Continuar lendo

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

A vingança

A cada orgasmo morre um pouco a minha vida Vida, que vida? Nada excita Olhe pra você, com essa cara de paspalho Um olharzinho muito bem dissimulado Tem medo até de olhar pro lado Como é que eu te deixo … Continuar lendo

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário