Sensorial

Dias em chamas

O fogo do desejo

Minha imaginação em brasa.

Brasa

Eu desejo o corpo que nunca conheci

Em silêncio me embalo no sexo que ainda não aconteceu

Sobre mim repousa outro

De quem o cheiro já não posso dizer que é capaz de me excitar.

Paro um instante imaginando você

Mãos pesadas, delicadas como as chamas

costuram a pele,

atravessam a carne unindo os tecidos fibrosos

no silêncio da perfeição

Racional

Imagino o pênis vermelho do dragão

É você

que rompe-me com exatidão.

Sou eu

amordaçada em uma cama alinhada

Penetrada

Imaginei tantos orgasmos quantos já pude experimentar.

Minhas entranhas queimam

levam as cinzas de uma juventude voraz.

Ah, como é bom você me excitar!

Um escape, uma perdição virtual

Um desvio de minha realidade massante.

Passo horas ao nada olhar

Ajoelhada aos seus pés, a chupá-lo como um troféu idolatrado

Enquanto você meu anônimo querido

Mirando minha face, cospe

com a certeza de que já me ouvira gozar.

Anúncios

Sobre indelevelsabina

Uma amante anônima.
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s