Enfileiradas paisagens

As paisagens incorporam os beijos

repousados em outros corpos

Teu gozo prematuro abre minhas feridas.

Os beijos dos corpos desconhecidos.

A cadência da tua infinita inocência doentia

A doença de minha maternidade perdida

O ventre pendido, faminta, famigerada

não capturada.

Os operários em brados levantam muralhas.

A viagem longa me emoldura em desvantagem.

O ácido corrói o pâncreas

Equilibro o abismo infinito no umbigo

Seguro expelindo a seiva pelos mamilos

e os galhos fálicos pela vagina.

Enfurecida, fraca. Enfileirada.

Anúncios

Sobre indelevelsabina

Uma amante anônima.
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s