Autoria Transpessoal

Os antigos procuravam a essência,

por ser o que havia de mais verdadeiro.

Os poetas, inspirados pelo romantismo,

procuravam no olhar,

não entendiam o que viam,

tentaram precariamente traduzí-lo em palavras.

Os contemporâneos viram essa tal essência como um universo caótico,

desunidade.

Tudo isso revela teu olhar: um universo infinito,

mil vidas, que só é possível mirar estando muito de perto,

mas de uma distância tal qual nenhuma palavra pode tocar:

apenas a solicitação tácita do olhar alheio: meu olhar, mais teu olhar…

O reflexo duplo de um mesmo amor sem medidas…

De fitar e olhar.

Anúncios

Sobre indelevelsabina

Uma amante anônima.
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s