Uma terça qualquer.

Mãe: as Legionárias estão vindo, tua casa tá limpa?
Claro que não, respondi. Puta merda, fodeu com minha tarde de estudos.
(Pensei no cenário, patas de gato por todas as partes, mto pêlo no chão, marcas em cima da mesa, nas cadeiras, por tudo. Terra sobre a geladeira desligada desde que meu ex marido se foi. Carteiras de cigarro em todos os lixos, q não são esvaziados há algum tempo. Sapatos lançados pelo chão do quarto, a cama desarrumada. Na sala um incenso queimado até a metade, um colchão despedaçado, espumas espalhadas se misturavam com as marcas de patas, havia mta terra trazida pelos gatos. Não há sofás, não há comida para servir, no fogão só há uma chaleira com um pouco de água para o chimarrão).
Foda-se. Pensei.
Ofereci um mate fresco, começamos a conversar. Falamos sobre a vida dos vizinhos, sobre trabalho e claro, sobre o meu divórcio. Maldição.
Vc não pensa em se casar novamente? Perguntou uma senhora de quase 80 anos, surrada pela vida mas ainda com disposição para pensar que as pessoas devem se casar.
Olha, eu estou bem assim, veja minha vida, eu sou tranquila. Não vejo o casamento com bons olhos, vcs bem sabem disso, foram casadas por tantos anos, vão concordar que cuidar de um marido dá mto trabalho.
Uma delas concordou avidamente, a outra abaixou a cabeça e depois de um pensar profundo soltou: Vamos pedir para deus te mandar a pessoa certa. Não se preocupe.
Eu pensava em fumar um cigarro.
Iniciamos a oração. Rezamos mto. Elas não sabiam pronunciar algumas palavras, eu sabia, queria saber o que as orações falavam qdo era adolescente, eram palavras difíceis, não as culpava. Não via fé no que elas falavam e ainda elas sem saber o que estavam dizendo, parecia torturante. Eu sabia as orações de coração (de cór/by heart), mas o q meu coração queria mesmo era um Marlboro.
Terminamos a dezena. Nos abraçamos.
Esse chimarrão realmente estava muito bom, você sabe mesmo preparar um bom mate!
Elas se foram, acendi um cigarro e tomei mais uma rodada de mate, ao som de joy division, ganho minha tarde pela segunda vez.

Anúncios

Sobre indelevelsabina

Uma amante anônima.
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s